Pacientes de MG e SC são transferidos para outros Estados

Secretaria de Saúde de Santa Catarina confirmou a transferência de até 16 pessoas; Governo de Minas Gerais negou a operação pelo SUS

  • Por Jovem Pan
  • 02/03/2021 14h04 - Atualizado em 03/03/2021 11h11
EDUARDO VALENTE/ISHOOT/ESTADÃO CONTEÚDO - 01/03/2021 Santa Catarina passa por lotação dos leitos de UTI para pacientes com Covid-19

A Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina (SES) confirmou, na segunda-feira, 1º, que até 16 pacientes com Covid-19 serão transferidos para a rede estadual do Espírito Santo. De acordo com a SES, o secretário André Motta Ribeiro acertou a operação diretamente com a Secretaria de Saúde do Espírito Santo, por meio do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS). “Coordenamos essa ação por meio de conversas no Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS). Nossa prioridade neste momento é salvar vidas. Em outros momentos, acolhemos pacientes de diferentes regiões do país e, agora, contamos com a solidariedade dos capixabas”, disse o secretário.

A ação será iniciada com os pacientes Hospital Regional do Oeste (HRO) com indicação para transferência para Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O transporte sairá de Chapecó nesta terça-feira, 2, para uma unidade da Região Metropolitana de Vitória. “A Superintendência de Regulação avalia as condições clínicas dos pacientes para formalizar as transferências”, informa nota da secretaria. Na última quinta-feira, 25, o governo de Santa Catarina anunciou medidas de lockdown para conter o avanço da pandemia do coronavírus. O funcionamento dos serviços não essenciais foi suspenso das 23h da sexta-feira, 26, até às 6h de segunda-feira. O decreto também estabeleceu o fechamento das atividades no próximo fim de semana, entre as 23h do dia 5 e as 6h do dia 8. Santa Catarina acumula 675.577 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus. Além disso, a doença respiratória causou 7.438 6óbitos desde o início da pandemia. Dos 1.557 leitos de UTI ativos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o estado, 1.452 estão ocupados, sendo 822 deles por pacientes com confirmação ou suspeita de Covid-19. Dessa forma, a taxa de ocupação geral é de 92,2%. Os dados são da segunda-feira.

Transferência de pacientes em Minas ocorreu pela rede privada

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) negou que haja pacientes do Estado sendo transferidos para São Paulo pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo a SES, a informação não condiz com a realidade do estado. “Apesar de enfrentar uma situação delicada, como em todo país, Minas Gerais mantém em operação os Planos de Contingência de Macrorregionais para enfrentamento à Covid-19 em operação, que prevê, entre outras ações, a transferência de pacientes para a garantia da assistência hospitalar”, disse nota. De acordo com a secretaria, a transferência é comum entre as instituições privadas de saúde a transferência para hospitais conveniados independentemente de serem em outras unidades federativas, como no caso do estado de São Paulo.

A Unimed Uberaba confirmou à Jovem Pan que cinco pacientes da unidade foram recebidos em hospitais referência em Ribeirão Preto e Franca, em SP. “Desde o início da pandemia a Unimed Uberaba construiu o plano de contingências para assistência de qualidade. Foi criada uma equipe de regulação para mediar necessidades específicas com a participação de médicos e profissionais de saúde. No fim do mês de fevereiro, os hospitais privados de Uberaba chegaram a 100% de ocupação”, conta a instituição. Foi a primeira vez desde março de 2020 que foram necessárias transferências de pacientes da rede para outros estados.

No Estado, há estresse na assistência hospitalar nas regiões Triângulo Norte e Noroeste. O governo afirma que tem dado atenção especial às regiões e aumentado o número de leitos, enviado de respiradores, transferido de pacientes para outras macrorregionais de Minas. A taxa de ocupação de leitos de UTI, nesta terça, é de 74,57% e de enfermaria, 66,15%. Ainda estão disponíveis, no estado, 1.062 leitos de UTI para atendimento pelo SUS. Até o momento, o estado registrou 887.080 casos da doença e 18.645 óbitos por Covid-19.