Polícia Militar invade ‘bunker’ e apreende fuzis, munição antiaérea, granadas e equipamentos militares

Dois suspeitos morreram na troca de tiros; Gate foi chamado por causa de explosivos no local

  • Por Jovem Pan
  • 07/10/2021 19h16 - Atualizado em 07/10/2021 20h39
Divulgação / Polícia Militar de São Paulo Munição apreendida pela PM de SP em Parelheiros Material seria utilizado para assaltos a bancos e caixas eletrônicos

A Polícia Militar de São Paulo invadiu na manhã desta quinta, 7, um ‘bunker’ na Estrada do Paiol, no bairro de Parelheiros, zona Sul da capital paulista, onde se encontravam fuzis, carregadores, armas, munição antiaérea, granadas e equipamentos militares como coletes, óculos, capacetes, lanternas táticas, dentre outros. A suspeita é que as armas e equipamentos eram utilizados em assaltos a bancos, caixas eletrônicos e outros locais que armazenam dinheiro. A Polícia Militar afirmou que foi recebida a tiros no local e, no confronto, dois suspeitos morreram.

Outras coisas encontradas no bunker, escondidas atrás de paredes, eram coletes à prova de balas, uniformes da Polícia Civil (considerado “genéricos”, ou seja, falsificados), granadas, explosivos, carregadores de fuzis e diversas munições. Além de munições antiaéreas, foram encontradas de calibre .50, e de fuzil 7.62mm, pistolas e carregadores de fuzis. A ocorrência foi registrada na sede da Polícia Federal, na Lapa, em São Paulo. O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) foi acionado por causa das granadas e explosivos, para conferir se há risco de explosão no local e manusear o material com segurança.

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.