Polícia resgata adolescentes bolivianas de trabalho escravo em cidade do interior paulista

Garotas eram obrigadas a trabalhar em confecção de roupas em condições insalubres e sem salário, alimentação ou descanso adequados

  • Por Jovem Pan
  • 11/11/2021 20h29
Divulgação / Polícia FederalJovens escravizadas estavam em situação irregular no Brasil

A Polícia Federal e a Polícia Militar de São Paulo resgataram três adolescentes bolivianas de condições de trabalho análogas à escravidão na cidade de Bady Bassit (SP) no final da tarde de terça, 10. As jovens eram obrigadas por um compatriota a trabalhar por muitas horas em uma confecção de roupas nos fundos de uma casa, em condições insalubres de segurança e higiene, sem salário, alimentação e descanso adequados. Todas as vítimas são menores de idade e estão em situação irregular no Brasil, e uma delas está grávida. A polícia chegou até o local após uma vítima conseguir escapar da residência e avisar uma conselheira tutelar da cidade, que chamou as forças de segurança. No local, agentes da Polícia Federal e da Polícia Militar de São Paulo constataram a situação degradante das vítimas e que o chefe tinha controle total sobre elas. Ele foi detido e responderá pelo crime de redução de trabalhadores à condição análoga à escravidão que tem pena prevista de 2 a 8 anos de prisão, além de multa. As meninas estão sob os cuidados do conselho tutelar e devem voltar para a Bolívia.