PPS deve ser independente no governo de Boslonaro, diz presidente do partido

  • Por Jovem Pan
  • 30/10/2018 15h55
DivulgaçãoO líder do PPS na Câmara, deputado federal Alex Manete (SP)

O líder do PPS na Câmara, deputado Alex Manete (SP), afirmou nesta terça-feira (30) que partido dev manter a independência no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). Segundo ele, não há consenso na bancada para ser oposição.

“Grande parte da bancada entende que é necessário colaborar com o Brasil. Não se pode virar as costas para o que a população definiu nas urnas”, disse Manete. De acordo com Manete, “não é mais só uma questão de diálogo de governo e de oposição”. “Por isso, vamos ser independentes e avaliar nossa posição de acordo com a pauta”, afirmou o líder do PPS.

Em relação à proposta de revogação do estatuto do desarmamento — uma das principais promessas de Bolsonaro durante a campanha eleitoral –, o deputado informou que há divisões na bancada com essas “posições muito antagônicas”.

Questionado sobre as negociações de para se fundir com outros partidos, Manete disse que o PPS continua dialogando com outras siglas. Incialmente, a legenda estava conversando com a Rede Sustentabilidade, da presidenciável derrotada Marina Silva. De acordo com Manente, no entanto, as tratativas não avançaram por diferenças de posicionamento.

Agora, o PPS busca novas siglas para se aliar, como o DEM, partido do presidente da Casa, Rodrigo Maia (RJ).

*Com informações da Agência Estado