Prefeito de Porto Velho anuncia colapso na saúde por alta de casos da Covid-19

Desde o início do ano, capital de Rondônia contabilizou mais de três mil casos e 84 mortes, uma média de quatro óbitos por dia

  • Por Jovem Pan
  • 23/01/2021 18h37
Reprodução/ TwitterPrefeito Hildon Chaves durante coletiva de imprensa

O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves (PSDB), anunciou em coletiva de imprensa na tarde deste sábado, 23, que a capital de Rondônia está sem leitos para internar pacientes da Covid-19 e que o sistema de saúde ‘está a beira do caos’. “Tínhamos 18 leitos com aproximadamente cinco respiradores no início da pandemia. Agora chegamos a 70 leitos e 23 respiradores. Conseguimos essa ampliação para atender ainda mais a população e mesmo assim não está sendo suficiente. Após as festas de fim de ano, os casos começaram a aumentar consideravelmente, aonde chegamos a ponto de não termos mais leitos para as pessoas doentes com a Covid-19”, disse o prefeito. O político também fez um comunicado em suas redes sociais sobre o assunto. “Se a propagação do vírus continuar neste volume, em um curto espaço de tempo, teremos pessoas sem atendimento e chegando a óbito por esse e outros motivos simplórios. Não é isso que queremos, não é isso que quero para nossa população”, escreveu em seu Twitter.

Hildon Chaves pediu a ajuda da população no momento de crise e reforçou os cuidados para evitar a propagação do vírus. “Vamos respeitar as regras de distanciamento social, evitar boates, bares e festas particulares. Evitar saídas sem que haja necessidade. Sei que enfrentamos um momento difícil, onde precisamos continuar nossas vidas, trabalhar, buscar o sustento, mas é necessário cautela ao sair às ruas. Somente o isolamento social e o cumprimento dos protocolos de segurança, podem melhorar nosso cenário, caso contrário, não teremos o que fazer”, completou.

De acordo com o último levantamento divulgado pelo Ministério da Saúde, o estado de Rondônia contabiliza 115.200 casos da Covid-19 e perdeu 2.085 cidadãos para a doença. O boletim epidemiológico da Prefeitura de Porto Velho nesta sexta-feira, 22, apontava a capital com 46.892 casos e 1.068 mortes. Somente nos primeiros dias do ano foram mais de três mil casos e 82 mortes, média de quatro óbitos por dia.