Quando a onda de calor vai acabar? Temperatura no Brasil deve bater marca histórica ainda nesta semana

Aproximação de frente fria no final de semana deve aliviar sensação de calor; nesta quarta-feira, 7, a cidade de Lins registrou 43,5ºC – recorde histórico no município e no estado de SP

  • Por Jovem Pan
  • 07/10/2020 19h06 - Atualizado em 07/10/2020 20h12
ALLAN CALISTO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOOnda de calor deve se dissipar no feriado prolongado de 12 de outubro

A onda de calor das últimas semanas atingiu níveis históricos no Brasil. Temperaturas acima de 40ºC foram registradas em cidades do Centro-Oeste, Sudeste e Nordeste, batendo recordes centenários. Para quem sofre com o calor, há uma boa notícia: as temperaturas devem diminuir a partir do final de semana, mas a sensação de calor não sumirá por completo – as altas recordes devem continuar ao longo desta semana, de acordo com as previsões. Segundo a meteorologista Josélia Pegorim, o país ainda baterá o recorde histórico de calor, que até então é de 44,7ºC, registrado em Bom Jesus, no Piauí, em novembro de 2005. “É uma onda de calor histórica que já bateu os recordes da onda de 2014, mas ainda não acabou. Muito provavelmente nessa semana podemos bater o recorde no Brasil. Nesta semana, por exemplo, já chegamos a 44,6ºC na região de Nova Maringá e Água Clara, no Mato Grosso”, explica. Nesta quarta, Lins, localizada interior de São Paulo, registrou 43,5ºC perto das 15h – recorde histórico na cidade e no estado.

As altas temperaturas, no entanto, devem dar uma trégua a partir do dia 11 de outubro quando chega uma frente fria que vai quebrar o bloqueio que estava impendido a chuva e deixando o clima quente no país. “Depois do dia 13 não teremos mais essa concentração de calor tão generalizado como agora. A frente fria vai estimular áreas de instabilidade nas regiões Sudeste e Centro-Oeste do país. Nos próximos dias e durante a segunda quinzena de outubro, teremos nebulosidade e chuva, o que impede que a atmosfera se aqueça de forma tão extrema”, comentou Josélia. Apesar do clima mais ameno – São Paulo deve registrar máxima de 23ºC no feriado, de acordo com o Climatempo – algumas regiões do estado ainda registrarão temperaturas acima de 40ºC neste mês. “Não teremos outra onda de calor intenso desse modo durante a primavera. Essas outras ondas de calor podem acontecer nos próximos anos, mas a partir do dia 11 o calor extremo acaba em 2020″, tranquiliza a meteorologista.

Confira abaixo as previsões para o feriado prolongado de 12 de outubro em algumas capitais do país, de acordo com o Climatempo:

São Paulo
sábado: máxima 24ºC; mínima 17ºC
domingo: máxima 23ºC; mínima 15ºC
segunda (feriado): máxima 27ºC; mínima 15ºC – pancadas de chuva

Rio de Janeiro
sábado: máxima 28ºC; mínima 19ºC – chuva a qualquer hora
domingo: máxima 25ºC; mínima 18ºC – chuva a qualquer hora
segunda (feriado): máxima 28ºC; mínima 18ºC – pancadas de chuva

Porto Alegre
sábado: máxima 22ºC; mínima 13ºC
domingo: máxima 24ºC; mínima 10ºC
segunda (feriado): máxima 26ºC; mínima 12ºC

Salvador
sábado: máxima 32ºC; mínima 22ºC
domingo: máxima 32ºC; mínima 23ºC
segunda (feriado): máxima 30ºC; mínima 23ºC – pancadas de chuva

Manaus
sábado: máxima 33ºC; mínima 22ºC – pancadas de chuva
domingo: máxima 33ºC; mínima 23ºC – pancadas de chuva
segunda (feriado): máxima 35ºC; mínima 24ºC – pancadas de chuva

Fortaleza
sábado: máxima 32ºC; mínima 25ºC
domingo: máxima 32ºC; mínima 25ºC
segunda (feriado): máxima 32ºC; mínima 25ºC

Cuiabá
sábado: máxima 41ºC; mínima 25ºC – pancadas de chuva
domingo: máxima 39ºC; mínima 25ºC – pancadas de chuva
segunda (feriado): máxima 35ºC; mínima 25ºC – pancadas de chuva