Rede mundial de pizzarias toma decisão importante relacionada à JBS

  • Por Jovem Pan
  • 06/06/2017 08h59

Joesley BatistaAE- Joesley Batista

Rede norte-americana de pizzarias Dominos anuncia que irá deixar de utilizar os produtos da JBS.

Em comunicado nas redes sociais, a multinacional informou prezar pela transparência e pela ética e disse compartilhar do sentimento de revolta quando estes valores não são levados em consideração. A JBS está no centro de uma crise que teve início no mês passado após a divulgação do áudio de uma conversa do dono do frigorífico, Joesley Batista, com o presidente da República, Michel Temer. Executivos da empresa fecharam um acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República e a empresa concordou em pagar uma multa de 10 bilhões e 300 milhões de reais.

A pizzaria não foi o primeiro estabelecimento a adotar um boicote contra os produtos da holding J&F. O professor da FGV Direito Rio, Salim Saud Neto, explica que a decisão é meramente comercial e que não tem nenhuma obrigação legal envolvida. Salim Saud Neto acredita que outras empresas poderão tomar decisões semelhantes nos próximos meses.

Nesta segunda-feira, o presidente da Comissão de Valores Mobiliários, Leonardo Pereira, afirmou que os processos abertos envolvendo a JBS e a controladora J&F são prioridades para a autarquia. A CVM instaurou dois inquéritos contra o frigorífico devido a atuação da empresa no mercado de dólar futuro e nas negociações relacionadas às ações do grupo na véspera da divulgação das gravações de Temer e Joesley.

No entanto, Pereira destacou que o prazo estimado entre a abertura de uma investigação e o julgamento é de aproximadamente 18 meses.