RJ suspende aulas presenciais na capital e em 35 municípios após aumento de casos de Covid-19

Nas outras 56 cidades, as escolas estaduais estão autorizadas a oferecer aulas no modelo híbrido

  • Por Jovem Pan
  • 06/08/2021 16h15 - Atualizado em 06/08/2021 17h36
Eduardo Matysiak/Futura Press/Estadão Conteúdo - 19/08/2020RJ suspendeu aulas presenciais

A Secretaria Estadual de Educação do Rio de Janeiro anunciou nesta sexta-feira, 6, a suspensão das aulas presenciais da rede estadual de ensino na capital e em outros 35 municípios, após o aumento do número de casos de Covid-19. A medida vale para a próxima semana, de segunda-feira, 9, a sexta-feira, 13. Em 36 municípios do Estado, as escolas só poderão funcionar para atividades administrativas, como a retirada de material pedagógico e do kit alimentação, além de entrega de documentos e matrícula de alunos. As aulas serão exclusivamente remotas nas instituições de ensino do Rio de Janeiro, Carapebus, Cordeiro, Duas Barras, Iguaba Grande, Rio das Flores, São Francisco de Itabapoana, São João de Barra, São Pedro da Aldeia, São Sebastião do Alto, Silva Jardim, Teresópolis, Trajano de Moraes, Aperibé, Belford Roxo, Cambuci, Cardoso Moreira, Duque de Caxias, Itaocara, Itaperuna, Japeri, Laje do Muriaé, Mesquita, Miracema, Natividade, Nilópolis, Nova Iguaçu, Porciúncula, Queimados, Santo Antônio de Paduá, São João de Meriti, São José de Ubá, Varre-Sá, Bom Jesus de Itabapoana, Italva e Seropédica. Nos outros 56 municípios, as escolas estão autorizadas a oferecer aulas no modelo híbrido. Neste caso, cabe aos responsáveis dos alunos a opção pelo ensino presencial ou não.