Saiba como fica o rodízio de carros em São Paulo durante a fase de transição

Devido a prorrogação do toque de restrição determinado pelo Governo do Estado, o rodízio noturno fica mantido das 20h até as 5h, de acordo com o final da placa do veículo

  • Por Jovem Pan
  • 19/04/2021 10h07 - Atualizado em 20/04/2021 15h51
YURI MURAKAMI/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO - 15/04/2021O rodízio noturno municipal fica mantido das 20h até as 5h

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) de São Paulo, devido a prorrogação do toque de restrição determinado pelo Governo do Estado, manterá o rodízio noturno na capital paulista durante a fase de transição, iniciada no domingo, 18. O horário de proibição de veículos de passeio nas ruas segue o toque de restrição, sendo cumprido segunda a sexta-feira, das 20h até as 5h. O horário do rodízio habitual, entre 7h e 10h e entre 17h e 20h fica liberado para trânsito normal de carros. A logística de dia da semana e número das placas não vai mudar. Os carros cujo número terminem com 1 e 2 serão multados se violarem o novo horário nas segundas; com final 3 e 4 nas terças; com placa 5 e 6 nas quartas; 7 e 8 nas quintas e 9 e 0 nas sextas.

Os caminhões, no entanto, continuam seguindo as regras do rodízio municipal tradicional, das 7h às 10h e das 17h às 20h, de acordo com o final da placa. Ficam mantidos também o funcionamento da Zona Azul e o horário das demais restrições existentes na cidade: Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões (ZMRC) e a Zona de Máxima Restrição aos Fretados (ZMRF). De acordo com a CET, a medida, que entrou em vigor no dia 22 de março, tem o objetivo de diminuir a circulação no horário noturno, acompanhando a restrição decretada pelo Estado. Se o motorista transitar em horários não permitidos, cometerá infração de trânsito de nível médio, com multa de R$ 130,16 e acréscimo de quatro pontos na habilitação.