São Paulo reduz para 30 dias o intervalo para 2ª dose da vacina da Pfizer na ‘xepa’

Imunização será feita com as doses remanescentes da vacina; inscrição pode ser feita na UBS mais próxima a partir da segunda-feira, 23

  • Por Jovem Pan
  • 20/08/2021 14h19 - Atualizado em 20/08/2021 16h15
FABRÍCIO COSTA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOO Brasil trabalha com um intervalo de 90 dias entre uma dose e outra da Pfizer

A Prefeitura de São Paulo reduziu para 30 dias o intervalo para a segunda dose da vacina contra a Covid-19 da Pfizer na “xepa”. Nesse caso, a imunização será feita com as doses remanescentes e vale para quem tomou a primeira dose do imunizante há 30 dias. A inscrição poderá ser feita a partir da segunda-feira, 23, segundo anunciou o prefeito Ricardo Nunes (MDB) nesta sexta-feira, 20. Na semana anterior, o governo municipal já havia permitido a inscrição na xepa para segunda aplicação de quem tomou a primeira dose da Pfizer há pelo menos 60 dias. Atualmente, o intervalo que está sendo trabalhado no Brasil para a vacina entre uma dose e outra é de 90 dias. Vale lembrar que a disponibilidade das doses depende de cada UBSs ao final do dia. Para se inscrever, o munícipe deve ir até a unidade de saúde perto de onde trabalha, estuda ou mora para solicitar o nome na fila de espera. A convocação é feita por telefone, por ordem de inscrição. A orientação da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) é que nenhuma dose viável de vacina seja desperdiçada.