Secretaria de Saúde de SP confirma 1º caso de reinfecção pela Covid-19 no Estado

Laboratório Estratégico do Instituto Central fez o sequenciamento do genoma e identificou que se tratam de linhagens distintas do vírus; caso apresentou critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde

  • Por Jovem Pan
  • 16/12/2020 20h50
Reginaldo Pimenta/Estadão Conteúdo Pessoas com máscara A paciente é uma mulher de 41 anos, que está viva e é residente de Fernandópolis

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo confirmou na noite desta quarta-feira, 16, o primeiro caso de reinfecção pelo novo coronavírus no Estado. A confirmação foi feita pelo Laboratório Estratégico do Instituto Adolfo Lutz, referência nacional e vinculado à pasta estadual, após o sequenciamento genético de duas amostras clínicas de um caso suspeito, identificadas pelo Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE). A paciente é uma mulher de 41 anos, que está viva e é residente de Fernandópolis (região de São José do Rio Preto). Ela desenvolveu a doença em junho, com resultado positivo em exame laboratorial. Se curou, e teve nova detecção em novembro, 145 dias após o primeiro diagnóstico. O caso apresentou todos os critérios estabelecidos em nota técnica do Ministério da Saúde para confirmação de reinfecção, como intervalo de, no mínimo, 90 dias de diferença entre dois resultados positivos.

Os dois exames foram analisados pelo laboratório regional do Lutz de São José do Rio Preto. O Laboratório Estratégico do Instituto Central, localizado na capital, fez o sequenciamento do genoma completo e identificou que se tratam de duas linhagens distintas do vírus, o que pode justificar a reinfecção. Uma delas foi constatada exclusivamente no Brasil, e a outra já identificada tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos, Reino Unido, Austrália e Chile, conforme sequências comparadas com o banco de dados online e mundial GISAID (na Global Initiative on Sharing All Influenza Data) – Iniciativa Global de Compartilhamento de Todos os Dados sobre Influenza, na tradução.

Primeiro caso no Brasil

No último dia 9, o Ministério da Saúde confirmou o primeiro caso de reinfecção pela Covid-19 no país. A informação foi confirmada pelo Ministério da Saúde. Segundo a pasta, a paciente é uma profissional da área da saúde, de 37 anos. A médica, residente de Natal, capital do Rio Grande do Norte, atua no estado e também na Paraíba, e testou positivo para o coronavírus pela primeira vez em junho deste ano. Ela chegou a ser curada, no entanto, 116 dias depois, em meados de outubro, a profissional voltou a apresentar os sintomas da doença e, novamente, testou positivo para a Covid-19, sendo confirmado o primeiro caso de reinfecção em território brasileiro. No dia 10, em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, falou sobre o caso, explicando que a “diminuição da capacidade [de proteção] dos anticorpos” é que possibilita a reinfecção pelo vírus. “Você criou os anticorpos, mas eles foram perdendo a capacidade de agir com o tempo. Estou falando aqui como leigo, porque não sou médico. Mas a explicação é simples, os anticorpos diminuem a capacidade de agir, você fica exposto novamente e se contamina.”