Secretário de Petróleo e Gás do Ministério de Minas e Energia pede demissão

Segundo o Ministério, José Mauro Ferreira Coelho passará por ‘quarentena’ e depois voltará a atuar na iniciativa privada

  • Por Jovem Pan
  • 21/10/2021 18h51
Saulo Cruz / Ministério de Minas e EnergiaJosé Mauro Ferreira Coelho trabalhava há 14 anos como funcionário público

O secretário de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do Ministério de Minas e Energia (MME), José Mauro Ferreira Coelho, pediu demissão nesta quinta, 21, após um ano e meio no cargo. O MME confirmou a saída em uma nota oficial. “Após cerca de 14 anos no serviço público, dos quais quatro como Diretor de Petróleo, Gás e Biocombustíveis da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) e um ano e meio como Secretário de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do Ministério de Minas e Energia (MME), José Mauro Ferreira Coelho deixa o serviço público. Após o período regulamentar de quarentena, José Mauro retornará ao setor energético nacional, agora para assumir novos desafios na iniciativa privada brasileira”, diz o texto. A saída de Ferreira Coelho sai no mesmo dia em que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou um auxílio aos caminhoneiros autônomos como forma de tentar reduzir a insatisfação na categoria com o preço do óleo diesel, que vinha subindo constantemente e causando pressões inflacionárias. Também nesta quinta, houve uma debandada no Ministério da Economia, com quatro secretários pedindo demissão em meio a discussões sobre o teto de gastos e o programa Auxílio Brasil.