Universidade do Paraná anuncia desenvolvimento de vacina contra a Covid-19

Projeto é financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações

  • Por Jovem Pan
  • 28/04/2021 20h05 - Atualizado em 28/04/2021 20h51
EFE/Dedi Sinuhaji/ArchivoSegundo a UFPR, a pesquisa está na fase pré-clínica

A Universidade Federal do Paraná (UFPR) anunciou o desenvolvimento de uma nova vacina contra a Covid-19. A informação foi dada pela instituição nesta quarta-feira, 28. Segundo comunicado, profissionais da universidade vêm trabalhando no imunizante desde junho de 2020. A nota também informa que o método de desenvolvimento tem baixo custo de produção e pode ser replicado em vacinas para outras doenças, ao contrário dos demais imunizantes contra o coronavírus em utilização no Brasil até o momento. A produção de anticorpos foi maior do que a da vacina da Universidade de Oxford em parceria com a AstraZeneca, de acordo com a instituição. O projeto é financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações.

Segundo a UFPR, a pesquisa está na fase pré-clínica, na qual o potencial efeito do imunizante é testado em animais ou em testes in vitro antes da aplicação em humanos. A vacina conta com uma nanosfera de biopolímero, um material biodegradável, que é coberta com partes da proteína S, obtida a partir de proteínas mudadas geneticamente. Com isso, o sistema imunológico reconhece o vírus e começa a produção de anticorpos para proteger o corpo. São necessários três ensaios-chave para a conclusão da fase pré-clínica nos próximos seis a oito meses. Caso sejam apresentados resultados favoráveis, será possível solicitar à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorização para teste em humanos.