Vira-latas protagonizam obras de arte clássicas em calendário

Verba arrecadada na 12ª edição do calendário da ONG Celebridade Vira-Lata será revertida para castração de animais em áreas carentes

  • Por Jovem Pan
  • 19/10/2020 17h50 - Atualizado em 19/10/2020 18h02
Imagem: Divulgação Castor protagoniza Abaporu (1928), de Tarsila do Amaral, na 12ª edição do calendário da ONG Celebridade Vira-Lata
A clássica obra Autorretrato com Chapéu de Feltro, de Van Gogh, ganhou contornos caninos em uma releitura pensada para os amantes de cachorros. Na clássica tela Abaporu, de Tarsila do Amaral, o homem com pés grandes foi substituído por um vira-lata e tornou-se “auaupurú”. Já a tela Tropical, de Anita Malfatti, também foi repaginada e batizada de “Tropicão”, para a divulgação da 12ª edição do calendário da ONG Celebridade Vira-Lata, lançado durante o Dia de São Francisco de Assis, no último domingo, 4. Nele, cães resgatados pelo projeto ilustram os meses do ano de 2021 como releituras de obras de artes icônicas. Ainda no verso de cada uma das artes, assinadas por Tarik Klein, é possível conhecer mais das história dos bichinhos.
Além deles, as pinturas originais do artista plástico serão leiloadas virtualmente. Toda a verba arrecadada através das vendas será revertida para a castração de animais em áreas carentes de São Paulo. Criado em 2009 pela publicitária Luli Sarraf, o projeto que tem o propósito de sensibilizar o público para a adoção de cães e gatos resgatados, já contou a história de 132 pets e castrou quase 12 mil animais em situação de vulnerabilidade.