Wilson Witzel determina afastamento de diretor de saneamento da Cedae

  • Por Jovem Pan
  • 17/01/2020 13h42
Philippe Lima/Governo do Estado do Rio de JaneiroWilson Witzel, governador do Rio

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), determinou nesta sexta-feira (17) o afastamento do diretor de saneamento da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), Marcos Chimelli. A informação é do G1.

Nesta quinta, a Polícia Civil realizou diligências na Estação de Tratamento de Água (ETA) do Guandu em busca de informações que auxiliem o inquérito aberto para investigar problemas na água que abastece a região metropolitana do Rio.

Na manhã desta sexta, funcionários da Cedae foram até à delegacia para prestar depoimento sobre a água que tem chegado às casas da região da Grande Rio com gosto e cheiro de terra e coloração escura. A Polícia Civil voltou ao ETA do Guandu nesta sexta para continuar a investigar os problemas da contaminação da água.

O presidente da Cedae, Hélio Cabral, chegou a se desculpar com a população afetada, mas se recusou a beber a água do reservatório. Ainda nesta semana, a Cedae prometeu que a situação se normalizaria até a próxima semana e que a água com geosmina, que deixa a cor turva e o gosto e cheiro de terra, não faz à saúde. Segundo a companhia, a geosmina é produzida por algas e a estação começou a aplicar carvão ativado no tratamento da água nesta terça.