Conferência de doadores promete ajuda de US$ 700 milhões ao Paquistão

  • Por Agencia EFE
  • 11/11/2014 16h39

Islamabad, 11 nov (EFE).- A conferência de doadores realizada nesta terça-feira em Islamabad prometeu US$ 700 milhões em ajuda para os deslocados internos e vítimas das inundações no Paquistão.

Os fundos foram comprometidos pelo Banco Mundial, a União Europeia e o Japão entre outras entidades internacionais e países, disse o ministro da Fazenda paquistanesa, Ishaq Dar.

O valor anunciado representa a metade do US$ 1,4 bilhão que estimam ser necessário para ajudar os deslocados na luta contra a insurgência e os afetados pelas inundações que costumam castigar Paquistão na temporada de monção.

Mais de um milhão de pessoas tiveram que abandonar suas casas desde junho, quando as Forças Armadas do Paquistão lançaram no noroeste do país uma ofensiva contra grupos talibãs e redes jihadistas, na região do Waziristão do Norte.

Em setembro, cerca de 200 pessoas morreram na província do Punjab e na Caxemira paquistanesa pelas inundações causadas pelas fortes chuvas, que deixaram milhares de pessoas desabrigadas e destruíram grandes extensões campos de agricultura.

As piores inundações da história paquistanesa ocorreram em 2010, quando duas mil pessoas morreram e mais de 20 milhões foram afetadas. EFE