Auxílio Brasil começa a ser pago no dia 17, mas valor só vai chegar a R$ 400 em dezembro

Programa que substituirá o Bolsa Família terá sua primeira parcela no próximo mês e deverá se estender até o fim de 2022

  • Por Jovem Pan
  • 28/10/2021 19h42 - Atualizado em 28/10/2021 20h35
Marcello Casal Jr./Agência Brasil Cédulas de real desfocadas Programa de distribuição de renda deverá privilegiar 17 milhões de brasileiros

O Ministério da Cidadania informou que começará a pagar o Auxílio Brasil, programa de distribuição de renda que substituirá o Bolsa Família, em novembro deste ano. Entretanto, o valor mínimo de R$ 400 só será pago em dezembro. “Já em novembro, os valores dos benefícios pagos atualmente serão reajustados. Também será concedido, a partir de dezembro, um complemento para assegurar a cada família um benefício de pelo menos R$ 400 até o fim de 2022”, diz a nota enviada à Jovem Pan pela pasta. Além disso, será depositado o valor retroativo para complementar o valor que deveria ter sido pago em novembro. A ideia é realizar o pagamento de acordo com o calendário do Bolsa Família, que prevê o depósito do benefício entre os dias 17 e 30 do próximo mês, mas com um ajuste de 20% no valor recebido. 

O governo federal procura uma solução para os precatórios a fim de encontrar espaço no teto de gastos e turbinar o Auxílio Brasil a partir do ano que vem. O limite R$ 40 bilhões deve abrir espaço no Orçamento para custear a ampliação do programa para 17 milhões de pessoas, ante 14 milhões atendidas atualmente. Além da PEC dos Precatórios, o Planalto depende da reforma do Imposto de Renda, mas o impasse na Câmara já fez a votação ser adiada duas vezes. Uma alternativa cogitada pelo governo é decretar calamidade pública e prorrogar o auxílio emergencial.