Banco Central deve lançar Pix offline em breve, diz Campos Neto

Presidente da autoridade monetária afirma que estudos estão sendo realizados e que serviço poderá ser usado como um cartão

  • Por Jovem Pan
  • 30/06/2021 15h04
José Dias/PRPresidente do Banco Central, Roberto Campos Neto afirmou que a autoridade monetária estuda inovações para o sistema de pagamentos e transferências

Presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto afirmou nesta quarta-feira, 30, que o Pix deve contar “em breve” com a função offline. Segundo o chefe da autoridade monetária, estão sendo estudadas formas de aprimorar o sistema de transferências bancárias, e que um dos caminhos é o desenvolvimento de um tipo de cartão. “Estudamos três tecnologias para isso, mas a principal delas deve ser em forma de cartão. Em algum momento haverá cartão Pix de aproximação”, disse. Estudo da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) divulgado na semana passada apontou que a plataforma do BC representa 30% dos pagamentos virtuais do país.

Em participação no webinar “As moedas digitais do Banco Central”, realizado pelo escritório Mattos Filho Advogados, Campos Neto também voltou a falar sobre os projetos do BC em lançar uma moeda digital e a importância de buscar a inovação no meio bancário. A autoridade monetária divulgou em maio as diretrizes da medida, que envolve a criação de um ativo virtual que seja a extensão do real e que possa ser usado no varejo. Um grupo de discussões internas já foi criado no ano passado. Segundo o BC, a iniciativa privada também será convidada para integrar a modelação do novo sistema.