Eduardo Saverin, cofundador do Facebook, ultrapassa Lemann e se torna o mais rico do Brasil

Fortuna do ex-colega de Mark Zuckerberg é avaliada em US$ 19,4 bilhões

  • Por Jovem Pan
  • 06/07/2021 17h12
Edgar Su/ReutersEduardo Saverin fez parte do grupo que fundou o Facebook, em 2004

Eduardo Saverin, um dos criadores do Facebook, se tornou a pessoa mais rica do Brasil ao ultrapassar o empresário Jorge Paulo Lemann, acionista da 3G Capital, segundo a tradicional lista da Forbes. A fortuna do ex-colega de Mark Zuckerberg foi avaliada em US$ 19,4 bilhões (aproximadamente R$ 100 bilhões), contra US$ 19 bilhões de Lemann. Aos 39 anos, Saverin aparece na 95ª posição entre os maiores bilionários do planeta, pouco acima da 98ª posição do empresário de 81 anos. O top 5 dos mais ricos do Brasil ainda é composto por Jorge Neval Moll Filho, cardiologista e fundador da rede de hopistais D’Or (US$ 13,3 bilhões), Marcel Hermann Telles (US$ 12,7 bilhões) e Carlos Alberto Sicupira (US$ 9,8 bilhões), ambos sócios de Lemann.

Saverin fez parte do grupo de estudantes que fundou a maior rede social do mundo, em 2004, mas se afastou anos depois em meio uma série de polêmicas com Zuckerberg. A história foi retratada no filme A Rede Social, lançado em 2010. Em 2016, o brasileiro se uniu ao investidor Raj Ganguly e lançou o fundo B Capital. Segundo a Forbes, o empreendimento já levantou US$ 766 milhões para investimentos em empresas de tecnologia na Ásia, na Europa e nos Estados Unidos. Lemann figurou por anos como a pessoa mais rica do país. O empreendedor é conhecido pela pulverização dos negócios e atualmente é sócio de companhias como as Lojas Americanas, AB Inbev e Burger King. Em 2013, o brasileiro se tornou sócio de Warren Buffett, guru global de investimentos, na gestão da gigante de alimentos Heinz Kraft.