Presidente da Petrobras celebra resultado de leilão de campos do pré-sal

Joaquim Silva e Luna ainda ressaltou plano de vender oito das 13 refinarias que a empresa possui no Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 17/12/2021 21h16
Reprodução/YouTube Homem de terno em cerimônia de posse Presidente da Petrobras concedeu entrevista ao Jornal Jovem Pan na noite desta sexta, 17

O presidente da Petrobras, o general Joaquim Silva e Luna, concedeu entrevista ao Jornal da Jovem Pan, e celebrou o resultado do leilão de campos do pré-sal da empresa estatal realizado nesta sexta, 27, que arrecadou R$ 11 bilhões. “Achei excelente. Nos preparamos para participar desse leilão desde março quando foi anunciado, e a Petrobras já manifestou seu direito de preferência, colocando 30% já para exercício desse direito. E, hoje, participamos [da venda] de dois campos e tivemos sucesso nos dois, em um deles fomos sozinhos e no outro usamos o direito de preferência, então tivemos meia hora para apresentar uma nova proposta, não com o bônus, mas com a porcentagem de óleo para o governo. Saímos de 31% para 37%, que era a outra proposta, então estamos participando como parceiros nos dois campos”, afirmou Silva e Luna.

De acordo com o presidente da Petrobras, a empresa colocará uma plataforma a mais em cada campo e espera que o investimento gere empregos. Por outro lado, em relação às refinarias, a intenção é vender oito das 13 que a estatal possui, abrindo o mercado brasileiro. Em outros pontos da entrevista, o ministro ressaltou que a Petrobras teve a situação saneada, não é mais a empresa mais endividada do mundo e que o governo não põe dinheiro diretamente na estatal, nem interfere no preço do petróleo – temor levantado após o presidente Jair Bolsonaro (PL) antecipar a queda do valor no início do mês de dezembro, o que ele diz ter feito ao saber da situação do mercado internacional. Por fim, Silva e Luna disse não ver necessidade de privatizar a Petrobras, por considerá-la com uma boa governança, iguais às das empresas 100% privadas do mercado.