Especialistas atribuem aos ventos aquecimento do Pacífico na América do Norte

  • Por Agencia EFE
  • 24/09/2014 00h23

Washington, 22 set (EFE).- O aquecimento do oceano Pacífico no litoral da América do Norte pode ser atribuído ao aquecimento dos ventos, segundo um estudo publicado nesta segunda-feira pela revista científica “Proceedings of the National Academy of Sciences” (PNAS).

A pesquisa, feita por especialistas do Instituto Conjunto para o estudo da Atmosfera e do Oceano, da Universidade de Washington, em Seattle (EUA), assinala que a alta da temperatura nas águas do litoral do Pacífico Nordeste vem acontecendo desde 1900.

Com frequência, lembram os autores do estudo, os pesquisadores costumam argumentar que esse fenômeno se deve aos gases que causam o efeito estufa no marco da mudança climática. No entanto, a pesquisa divulgada sustenta que o aquecimento do Pacífico Nordeste tem a ver mais com “mudanças na circulação atmosférica”.

Essa ideia representa uma “significativa reinterpretação das origens da recente mudança climática da região” e demonstra que “as condições atmosféricas variaram substancialmente durante o último século”. Para provar esse extremo, os especialistas de Seattle utilizaram dados de pressão marinha e de variação atmosférica de 1900 a 2012, com especial atenção às áreas litorâneas da América do Norte.

“Estes resultados sugerem que as mudanças naturais geradas internamente na circulação atmosférica foram a principal causa do aquecimento do litoral do Pacífico Nordeste” durante o citado período, conclui o estudo. EFE