Malásia confirma que destroços de avião encontrados no Oceano Índico são do voo MH370

  • Por Jovem Pan
  • 05/08/2015 16h02
fragmento de avião encontrado na ilha Reunião

O primeiro-ministro da Malásia, Najib Razak, anunciou nesta quarta-feira (05) que os destroços de avião encontrados em águas próximas à ilha francesa da Reunião, no oceano Índico, pertencem ao voo MH370 da Malaysia Airlines desaparecido no dia 08 de março de 2014.

A aeronave levava 239 pessoas a bordo e esta confirmação é um grande avanço na busca por respostas do sumiço. Em declaração televisionada, Najib Razak afirmou: “a equipe internaional de especialistas concluiu que os destroços encontrados na ilha de Reunião são realmente do MH370”.

O voo da Malaysia Airlines desapareceu em março do ano passado quando decolou de Kuala Lumpur em direção para Pequim, na China.

O fragmento carrega a inscrição “657BB” que, segundo especialistas, indica que se trata de um flaperon de B777.

Analistas franceses e malaios analisaram nest quarta os fragmentos do avião achados na semana passada, no Oceano Índico. Os trabalhos sobre o voo MH370, dirigidos pela Justiça francesa, estão a cargo do Birô de Investigações e Análise (BEA), que analisa os destroços no laboratório da Direção Geral de Armamento e Técnicas Aeronáuticas de Balma, na periferia de Toulouse, no sul do país.

Os analistas tentarão encontrar números de série nos fragmentos que podem pertencer ao desaparecido avião, assim como restos de pintura que pudessem comprovar se pertenceu a Malaysia Airlines.