Adolescente é acusado de conspiração para homicídio por tiro em ativista do BLM em Londres

Sasha Johnson, de 27 anos, foi atacada durante uma festa no último domingo e está internada em estado crítico

  • Por Jovem Pan
  • 28/05/2021 23h06
Taking The Initiative / FacebookSasha Johnson estava em festa quando foi atacada com tiros

Um adolescente de 18 anos do condado de Lewisham, em Londres, foi acusado de conspiração para homicídio pelo atentado contra a ativista negra do movimento Black Lives Matter, Sasha Johnson, que ocorreu na madrugada do último domingo, 23, na capital inglesa. A estudante de 27 anos está em estado crítico no hospital em Peckham. Na última quarta-feira, 26, cinco homens foram presos em conexão com o atentado. Quatro foram liberados nesta sexta-feira sob fiança. O único que continua preso é Cameron Deriggs, acusado pela Polícia Metropolitana. Ele está sob custódia e comparecerá ao Tribunal de Magistrados de Westminster neste sábado. Sasha foi atacada quando estava em uma festa no jardim dos fundos de uma casa em Consort Road. Apesar de já ter suspeitos, a polícia local pede ajuda aos moradores e qualquer pessoa que tenha mais informações sobre o ocorrido.