Alexei Navalny afirma estar em um ‘campo de concentração’ na Rússia

O líder da oposição conta que, apesar de estar cercado por câmeras de vídeo, é acordado de hora e hora durante a madrugada para confirmar que não fugiu

  • Por Jovem Pan
  • 15/03/2021 17h03 - Atualizado em 15/03/2021 17h58
Reprodução Instagram NavalnyO texto publicado por Navalny confirma que ele foi transferido para a prisão IK-2, em Pokrov

A equipe de Alexei Navalny, publicou uma foto no Instagram nesta segunda-feira, 15, em que o líder da oposição da Rússia aparece com o cabelo totalmente raspado. Na legenda, ele compara o local em que está sendo detido com um “verdadeiro campo de concentração a 100km de Moscou” e diz ter se surpreendido com o sistema prisional russo. “Ainda não vi violência ou mesmo indício dela, embora devido à postura tensa dos presidiários, em posição de sentido e com medo de virar a cabeça mais de uma vez, acredito facilmente nas inúmeras histórias que aqui, no IK-2 ‘Pokrov’, muito recentemente as pessoas eram espancadas até a morte com martelos de madeira”, ressalta. O líder da oposição também relata que existem uma infinidade de regras a serem cumpridas e que é estritamente proibido falar gírias ou palavrões.

Alexei Navalny continua o seu texto comparando o presídio em que está detido com a obra literária “1984”, de George Orwell. “As câmeras de vídeo estão por toda parte, todos são observados e à menor violação eles fazem uma denúncia”, descreve. O político ativista explica que, como ele foi considerado um detento com tendências fugitivas, ele é acordado de hora em hora durante a noite para se apresentar diante de uma câmera. “À noite, a cada hora, acordo com o fato de que um homem com um casaco de lã está parado ao lado da minha cama. Ele me leva para a câmera e diz: ‘Duas horas e trinta minutos, condenado Navalny. Remoção de registros preventivos com tendência a escapar. No lugar’. E mais uma vez adormeço calmamente com o pensamento de que há pessoas que se lembram de mim”, narra.

A localização exata de Alexei Navalny, de 44 anos, era desconhecida até essa segunda-feira, 15. Seus advogados não haviam sido informados sobre o local para onde ele seria sendo levado após cumprir quarentena de Centro de Detenção de Kolchugino. Através da publicação no Instagram, no entanto, fica claro que ele está na colônia penal corretiva IK-2, que fica na cidade de Pokrov, a cerca de 100km a leste da capital Moscou. Crítico proeminente do presidente Vladmir PutinAlexei Navalny foi condenado a dois anos e meio de prisão por violar liberdade condicional. Durante esse período, ele só pode se comunicar com o mundo exterior através dos seus advogados.