Angela Merkel não participará de eleições na Alemanha em 2021

A chanceler anunciou em 2018 que não se candidataria à reeleição no final do atual mandato, o quarto desde que ela conquistou o cargo há 15 anos atrás

  • Por Jovem Pan
  • 25/11/2020 17h03
EFE/EPA/MAJA HITIJ / POOLO partido da chanceler, a União Democrata-Cristã, ainda não decidiu quem a substituirá como candidata

O governo da Alemanha propôs ao presidente do país, Frank-Walter Steinmeier, a data de 26 de setembro de 2021 para a realização das próximas eleições gerais, as primeiras nas quais Angela Merkel não concorrerá desde 2005. A primeira-ministra anunciou em 2018 que não se candidataria à reeleição no final do atual mandato, o quarto desde que ela se tornou chanceler, há 15 anos. Até agora, somente o Partido Social-Democrata (SPD) definiu seu candidato, que será o atual vice-chanceler e ministro das Finanças, Olaf Scholz. Já a União Democrata-Cristã (CDU), do qual Merkel faz parte, ainda precisa entrar em consenso com União Social-Cristã (CSU) para definir quem concorrerá em nome do bloco conservador. Os outros partidos parlamentares – Alternativa para a Alemanha, os Verdes, a Esquerda e o Partido Democrático Liberal – devem realizar congressos virtuais ou presenciais para decidir sobre a questão.

*Com informações da EFE