Ataque deixa pelo menos 100 pessoas mortas em Burkina Faso

Assassinatos foram iniciados em bases militares do país africano e seguiram para área de civis; luto oficial de três dias foi declarado

  • Por Jovem Pan
  • 05/06/2021 13h55
Google Maps/ReproduçãoAtaque ocorreu na cidade de Solhan

Pelo menos 100 civis foram mortos durante ataque em uma vila na cidade de Solhan, no norte de Burkina Faso, nesta sexta-feira, 4. De acordo com testemunhas, o ataque foi iniciado em bases militares do Exército e seguiu para vilas locais com um grupo matando civis a esmo e ateando fogo em residências da região. Esse é considerado o ataque mais mortal do país em anos. O país tem sido alvo de uma série de ataques liderados por jihadistas ligados à Al Qaeda e ao Estado Islâmico, mas até o momento ninguém assumiu a autoria do crime. Por causa das mortes, o governo local declarou três dias de luto oficial. As estimativas internacionais são de que mais de 1 milhão de pessoas se refugiaram do país nos últimos dois anos por causa da violência na região.