Biden comemora ausência de Trump em posse e não fala sobre impeachment

Com a decisão, Trump será o primeiro presidente dos EUA  a não comparecer em uma posse do sucessor em 152 anos

  • Por Jovem Pan
  • 08/01/2021 21h30
EFE/EPA/PETER FOLEYPosse de Biden está marcada para o dia 20 de janeiro

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden comemorou o anuncio de que Donald Trump não deverá comparecer a sua posse no dia 20 de janeiro. A informação foi confirmada pelo republicano nesta sexta-feira, 8, durante entrevista coletiva na cidade de Wilmington, em Delaware, onde mora. Em suas falas, Biden saudou a declaração de Trump no Twitter. “”Esta é uma das poucas coisas em que ele e eu mais estamos de acordo. É bom que não venha”, disse o presidente eleito. Biden também disse que gostaria que o vice-presidente Mike Pence comparecesse para manter a tradição da cerimônia de posse nos EUA. “(Pence) é bem-vindo. Seria uma honra tê-lo lá”, afirmou o democrata. Com a decisão, Trump será o primeiro presidente dos EUA  a não comparecer em uma posse do sucessor em 152 anos, desde que Andrew Johnson não foi à cerimônia de Ulysses S. Grant em 1869.

Durante a entrevista, Biden evitou falar sobre a possibilidade do impeachment de Trump. Nancy Pelosi e outros líderes do Partido Democrata advertiram que, caso Pence não aja para retirar Trump do cargo com base na 25ª emenda à Constituição, um processo de impeachment será iniciado e a votação poderá acontecer na próxima semana. Ao ser questionado sobre o tema, Biden disse que está concentrado em seu trabalho. “O que o Congresso decide (sobre Trump) é para eles decidirem, eu estou concentrado no meu trabalho”, declarou”, explicou o democrata, que também cobrou uma investigação sobre a invasão do Congresso  por “terroristas domésticos”. “Isso me fez lembrar mais das situações que vi nos mais de 100 países em que estive e nas ditaduras”, concluiu o presidente eleito.

*Com informações da EFE