Biden diz que carta deixada por Trump no Salão Oval era ‘muito generosa’

O novo presidente dos Estados Unidos encontrou a carta no Salão Oval, onde assinou os seus três primeiros decretos executivos

  • Por Jovem Pan
  • 21/01/2021 10h53 - Atualizado em 21/01/2021 10h54
EFE/EPA/JONATHAN ERNST / POOLBiden foi empossado nesta quarta-feira, 21, em uma cerimônia que não contou com a presença de Trump

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse nesta quarta-feira, 20, que seu antecessor, Donald Trump, lhe deixou “uma carta muito generosa” antes de sair da Casa Branca. No entanto, ele decidiu não revelar o conteúdo até que fale sobre ela com Trump. “Ele escreveu uma carta muito generosa. Por ser privada, não vou falar sobre isso até conversar com ele, mas foi generosa”, disse Biden após assinar os seus três primeiros decretos executivos no Salão Oval.

Uma dessas ordens se refere à volta dos Estados Unidos ao Acordo Climático de Paris, do qual Trump retirou o país, e outra determinou o uso de máscaras em edifícios federais, um movimento destinado a se distanciar do tratamento dado por seu antecessor a respeito da pandemia do novo coronavírus. Quebrando uma tradição presidencial, Trump não compareceu à cerimônia de posse de seu sucessor e viajou de manhã para sua mansão na Flórida. O agora ex-presidente, entretanto, deixou uma carta para Biden no Salão Oval da Casa Branca, como manda o costume.

*Com informações da EFE