Campanha de Donald Trump desiste de processo eleitoral em Michigan

A retirada da ação acontece um dia depois do presidente dos Estados Unidos perder sofrer uma derrota no estado da Pensilvânia

  • Por Jovem Pan
  • 19/11/2020 13h37
Chris Kleponis/EFEA mídia norte-americana já projetou a vitória de Biden sobre Trump, mas o presidente alega que houve fraude eleitoral

Na manhã desta quinta-feira, 19, a campanha de Donald Trump anunciou que está retirando uma ação em Michigan. O processo contestava o resultado da eleição no estado, onde a vitória do democrata Joe Biden foi projetada pela mídia. O advogado do presidente dos Estados Unidos, Rudy Giuliani, afirmou em comunicado que a acusação já obteve o que queria, que era impedir que a eleição no Condado de Wayne fosse certificada sem que os moradores tivessem a garantia de que todo voto legal foi contado. A ação foi aberta no dia 11, com os republicanos alegando irregularidades na populosa região de Detroit.

Na terça-feira, 17, Donald Trump perdeu uma das ações abertas por sua campanha na Pensilvânia. A Suprema Corte concluiu que, ao contrário do que alegava as acusações, os observadores do Partido Republicano tiveram o acesso adequado ao processo de apuração de votos no estado. Processos judiciais abertos pela campanha da reeleição do presidente também estão sendo analisados no Arizona.

*Com informações de agências internacionais