Com avanço da vacinação e redução dos casos de Covid-19, Espanha volta a ter vida noturna

Cada região ficou responsável por definir o horário de funcionamento e medidas como a capacidade nas áreas internas e externas e a limitação de pessoas por mesa

  • Por Jovem Pan
  • 20/06/2021 12h50
Alejandro García/EFE - 21/05/2021Bares e casas noturnas de várias regiões da Espanha terão ampliados os seus limites de capacidade e horário de funcionamento

Após um longo período de fortes restrições e estabelecimentos fechados, a Espanha voltará a ter vida noturna nesta segunda-feira, 21, após meses de fortes restrições. Isso será possível devido ao avanço da vacinação no país e a diminuição da incidência de contágio no território espanhol. Bares e casas noturnas de várias regiões terão ampliados os seus limites de capacidade e horário de funcionamento. Com 25 mil empresas, a vida noturna gerava 200 mil empregos e respondia por 1,8% do Produto Interno Bruto (PIB) antes da pandemia, segundo dados da federação nacional Espanha à Noite. Parte desses negócios não resistiu ao período de restrições.

O Conselho Interterritorial de Saúde, integrado pelo governo central e executivos regionais, decidiu deixar a cargo das autoridades territoriais a decisão de diminuir ou aumentar as medidas que limitam o funcionamento na área de lazer. Entre outras regiões, os locais de diversão noturna vão reabrir na Catalunha, com fechamento previsto para as 3h30 (horário local), desde que sejam respeitadas as condições de segurança. Na capital catalã, Barcelona, ​​as “garrafas” (concentrações ilegais em massa nas ruas e praias) proliferam há semanas. Geralmente são jovens que se reúnem para tomar bebidas alcoólicas. Neste final de semana, a polícia dispersou mais de 11 mil pessoas que participaram das celebrações.

A região de Madri também abre amanhã, até às 3h. No entanto, algumas regras serão seguidas. O estabelecimentos não podem deixar novos clientes entrarem uma hora antes do fechamento. A capacidade tem que ser limitada a 50% no interior do local e 75% no exterior. Apenas pistas de dança ao ar livre podem ser usadas. A Andaluzia permitirá que, em pubs e discotecas de zonas com baixa incidência, a frequentação de pistas de dança ao ar livre, sempre com máscara e até às 2h. Na Comunidade Valenciana, os estabelecimentos noturnos funcionarão até às 2h, com capacidade de 50% em espaços interiores e 100% em terraços. Será necessário respeitar um limite de seis pessoas por mesa no interior e dez em terraços. No entanto, danças e karaokê estão proibidos.

*Com informações da agência EFE