Contrariando OMS, EUA não recomendarão uso de máscara para vacinados

Além da Organização Mundial da Saúde, governo de Los Angeles voltou a recomendar uso de máscaras na região por causa da variante Delta da Covid-19

  • Por Jovem Pan
  • 30/06/2021 17h24
EFE/EPA/JUSTIN LANE/Archivo Máscara não é obrigatória nos Estados Unidos

Pouco após o governo de Los Angeles seguir as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e aconselhar norte-americanos vacinados a usarem máscaras para se protegerem da variante Delta da Covid-19 nos Estados Unidos, autoridades federais do país afirmaram nesta quarta-feira, 30, que não acham a medida necessária. Em entrevista ao canal NBC, a diretora do Centro para Controle e Prevenção de Doenças do país (CDC), Rochelle Walensky, afirmou que qualquer pessoa vacinada “estará a salvo das variantes que circulam”, mas disse que cabe aos legisladores locais decidirem as políticas de prevenção a serem adotadas.

A diretora afirmou que as recomendações da OMS são mundiais e nem todos os países têm as mesmas taxas de vacinação que os Estados Unidos. Com imunização disponível a todos os maiores de idade, alguns estados norte-americanos oferecem até mesmo brindes para incentivar pessoas a se imunizarem. Uma pesquisa da própria CDC mostra que a variante Delta, detectada pela primeira vez na Índia e considerada pela OMS como “de preocupação”, é responsável por 26,1% das infecções causadas entre os dias 5 e 19 de junho. A organização projeta que ela vá se tornar a cepa predominante da doença no mundo em pouco tempo, já que tem alta capacidade de transmissão, e recomendou que as pessoas imunizadas mantivessem as máscaras, principalmente em locais fechados.