Covid-19: Para acelerar distribuição, United Airlines começa a transportar vacinas da Pfizer

Segundo a imprensa americana, a companhia aérea planeja fretar voos entre Chicago e Bruxelas, locais onde ficam os principais laboratórios de desenvolvimento do imunizante

  • Por Jovem Pan
  • 27/11/2020 23h13
ADRIANA TOFFETTI/A7 PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 17/10/2020 Vacina contra a Covid-19 da Pfizer

A companhia aérea United Airlines começou nesta sexta-feira, 27, a operar voos charter com vacinas contra a Covid-19 desenvolvidas pela farmacêutica Pfizer, de modo a acelerar a distribuição para caso o produto receba a aprovação das autoridades sanitárias, de acordo com “The Wall Street Journal”. O jornal, que cita fontes anônimas conhecedoras do programa, diz que a United obteve a aprovação dos reguladores aéreos para transportar mais gelo seco do que o normalmente permitido a bordo de seus aviões. O produto é usado para manter as vacinas nas baixas temperaturas necessárias. A United planeja fretar voos entre os aeroportos de Bruxelas e Chicago para apoiar a distribuição da vacina da Pfizer, que tem seus principais centros de preparação de vacinas em Kalamazoo, no estado americano de Michigan, e Puurs, na Bélgica.

A farmacêutica americana e a parceira alemã BioNTech solicitaram há uma semana a liberação emergencial do órgão regulador de medicamentos dos EUA, a Food and Drug Administration (FDA), para começar a distribuir a vacina, que se mostrou eficaz em até 95% nos ensaios clínicos preliminares. A expectativa é que o produto seja aprovado de forma prioritária e possa ser fornecido à população em situação de risco a partir de dezembro. Em paralelo, Pfizer e BioNTech trabalham para acelerar os processos de aprovação de vacinas junto aos órgãos reguladores em Austrália, Canadá, Japão, Reino Unido e União Europeia, e esperam fabricar 50 milhões de doses no mundo inteiro no restante deste ano e mais 1,3 bilhão de doses ao longo de 2021.

*Com informações da EFE