Democratas vencem na Geórgia e garantem controle do Senado

Com o resultado, cada partido terá 50 cadeiras na casa, mas a presidente do Senado e vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris, decidirá a favor de seu partido e do presidente Joe Biden

  • Por Jovem Pan
  • 06/01/2021 19h01
EFE/EPA/OLIVIER DOULIERYJoe Biden poderá aprovar medidas sem apoio dos republicanos

Com as vitórias dos candidato Jon Ossoff no estado da Georgia, o Partido Democrata garantiu o comando do Senado dos Estados Unidos. Os resultados garantiram que os democratas assegurassem 50 cadeiras, assim como os republicanos. Entretanto, a vice-presidente eleita, Kamala Harris, que também é presidente do Senado, poderá decidir qualque votação a favor do governo de Joe Biden. Com 98% da apuração concluída, Ossoff lidera com 50,28% contra 49,72% do republicano David Perdue. Com isso, os democratas voltam ao controle do Senado pela primeira vez desde 2015. Os resultados foram confirmados nesta quarta-feira, 6, em meio aos protestos que levaram à invasão do Capitólio, sede do Legislativo norte-americano, em Washington DC.

Enquanto continua a apuração, o pastor Raphael Warnock já foi declarado vencedor da outra cadeira em disputa no estado, superando a republicana Kelly Loeffler. Em vitória histórica, Warnock se tornou o primeiro senador negro a representar o estado da Geórgia, tradicionalmente republicano, na história do país. O presidente eleito Joe Biden usou o seu perfil oficial no Twitter para parabenizar tanto Jon Ossoff quanto Raphael Warnock. O resultado permitirá que Joe Biden aprove medidas sem precisar do apoio de nenhum senador republicano.