Donald Trump diz que termo ‘racista’ perdeu força por ser usado como ataque

Presidente dos EUA havia se referido a estado afro-americano como “desastre infestado de ratos e roedores”

  • Por Jovem Pan
  • 31/07/2019 20h28
EFE"Sou a pessoa menos racista do mundo", disse, em entrevista

Acusado de racismo por proferir diversos ataques nas últimas semanas, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta quarta (31) que o termo “racista” está desgastado pela frequência em que é usado para ofensas pessoais.

“Acredito que o significado (do termo) se atenuou muito porque todo mundo é tachado de racista hoje em dia. (…) A palavra está tão desgastada que é uma desgraça”, disse Trump em entrevista concedida à emissora “C-Span”.

Para Trump, o termo “racista” é usado por seus opositores quando não há mais argumentos para criticá-lo. “Dizem ‘é racista, é racista’ e há casos que isso é certo. Há pessoas racistas, há pessoas más”, afirmou o presidente americano.

“Sou a pessoa menos racista do mundo”, emendou Trump na entrevista.

Nos últimos três dias, Trump usou o termo em quatro mensagens diferentes no Twitter para acusar dois destacados afro-americanos críticos do governo de serem racistas: o congressista democrata Elijah Cummings e o jornalista Don Lemon, da emissora “CNN”.

“O distrito de Cumming é asqueroso, um desastre infestado de ratos e roedores”, escreveu Trump sobre a região que elegeu o congressista, uma área de maioria afro-americana na cidade de Baltimore, que tem um dos maiores índices de criminalidade do país.

Alguns veículos da imprensa americana denunciaram, além disso, que Trump costuma usar a palavra “infestada” quando se refere a locais onde vivem latinos ou afro-americanos.

Com Agência EFE