Explosão em Madri deixa 3 mortos e 11 feridos; Papa lamenta acidente

A causa teria sido um vazamento de gás em um edifício na região central da capital espanhola; prédio entrou em colapso e um lar de idosos teve que ser evacuado

  • Por Jovem Pan
  • 20/01/2021 17h57
EFE/ David Fernández Bombeiros foram fotografados tentando conter o fogo e socorrer as pessoas que foram feridas durante o acidente

Uma explosão aparentemente causada por um vazamento de gás atingiu um edifício de seis andares na região central de Madri nesta quarta-feira, 20. O jornal local El País afirmou que o acidente aconteceu por volta das 15h do horário local (11h em Brasília) na Rua de Toledo, próximo ao Arco de Toledo, um ponto turístico da capital da Espanha. De acordo com a agência de notícias espanhola EFE, pelo menos três pessoas morreram: um eletricista que concertava a central de gás do prédio, um homem de 85 anos e uma terceira vítima cuja identidade ainda não foi divulgada.

No total, onze pessoas ficaram feridas, entre elas um padre que estava na vizinha Igreja de La Paloma. Ele foi levado ao hospital com queimaduras graves. Outras três pessoas que sofreram lesões foram encaminhadas para centros médicos, enquanto sete tiveram ferimentos leves e já foram liberados. A tragédia poderia ter sido maior devido à proximidade do local da explosão com um lar para idosos, que escaparam ilesos do acidente, e de uma escola que está sem aulas presenciais devido à Covid-19.

O Papa Francisco lamentou a explosão em Madri ainda nesta quarta-feira, 20. Em comunicado enviado ao arcebispo da capital espanhola, Carlos Oosor, é descrito que o líder da Igreja Católica considerou “dolorosa” a notícia sobre o acidente. Sua Santidade eleva orações ao Senhor e encomenda, muito especialmente, sua misericórdia o eterno descanso das vítimas, assim como dos feridos e suas famílias”, completa o telegrama.

*Com informações da EFE