Explosão em mesquita deixa pelo menos 32 mortos no Afeganistão

Ato ocorre uma semana após atentado deixar mais de 50 vítimas fatais em templo da cidade de Kunduz; Talibã prometeu ‘levar responsáveis à justiça’

  • Por Jovem Pan
  • 15/10/2021 10h40
@NeuroneIntel/Twitter/Reprodução de vídeoPelo menos 32 pessoas morreram em explosão na maior mesquita de Kandahar

Pelo menos 32 pessoas morreram e 45 ficaram feridas após uma explosão ser registrada dentro da mesquita xiita de Bibi Fatima, maior templo da religião na cidade de Kandahar, no Afeganistão, nesta sexta-feira, 15. A informação foi confirmada pelo ministro do Interior do país, Sayed Khosti, nas redes sociais. Segundo ele, forças especiais do Talibã serão enviadas à região para “descobrir a causa do acidente e levar os responsáveis pelo crime à Justiça”. De acordo com o canal Al Jazeera, testemunhas no local da explosão viram quatro homens-bomba atacando a mesquita: dois deles se explodiram em portões de segurança e os outros dois correram para dentro do templo para se atirar contra fiéis. As estimativas são de que até 500 pessoas pudessem estar no local no momento da detonação das bombas.

Não há qualquer informação sobre o estado de saúde dos feridos e a estimativa é de que o número de mortos possa subir. Até o momento, ninguém admitiu a responsabilidade pela explosão, mas este pode ser mais um ataque orquestrado pelo Estado Islâmico de Khorassan (Isis-K), braço do Estado Islâmico na Ásia Central que tem cometido uma série de atos terroristas no país. O primeiro deles ocorreu ainda antes da retirada das tropas norte-americanas, quando mais de 180 pessoas morreram, entre elas, 13 soldados dos EUA, no muro do aeroporto de Cabul. Em outubro, pelo menos outras duas explosões em mesquitas foram registradas no país: uma delas, em 3 de outubro, deixou dois civis no portão de um templo da capital mortos e a outra, registrada no dia 8, matou mais de 50 pessoas.