‘Flurona’: Israel registra 1ª infecção simultânea por gripe e Covid-19

Segundo Ministério da Saúde do país, o diagnóstico positivo foi de uma mulher grávida; no Brasil, paulistano que testou positivo para as duas doenças foi internado

  • Por Jovem Pan
  • 03/01/2022 05h38 - Atualizado em 03/01/2022 05h40
EFE/Narendra Shrestha Pessoa realiza teste para Covid-19

Israel detectou no domingo, 2, o primeiro caso de infecção simultânea por coronavírus e influenza, conhecido como “flurona“. Segundo o Ministério da Saúde do país, o resultado positivo foi de uma mulher grávida, não vacinada, que recebeu alta no dia 30 de dezembro após ser tratada por sintomas leves causados pelo duplo contágio. O órgão acredita que outros casos similares existem no país, mas não foram identificados. Atualmente, Israel possui mais de dois mil internados por gripe e passa por um novo avanço do coronavírus em função da variante Ômicron. Embora sejam raros, os primeiros casos de flurona foram identificados nos Estados Unidos no início da pandemia, em 2020. O quadro clínico, que se caracteriza pela infecção da Covid-19 e da gripe ao mesmo tempo, foi identificado em um brasileiro no dia 28 de dezembro. “Fiquei muito mal, a febre muito alta, falta de ar muito grande. Retornei ao hospital e fui internado”, contou o paciente, em entrevista à Jovem Pan.