Forças curdas lançam ataque sobre último reduto do EI na Síria

  • Por Jovem Pan
  • 10/03/2019 15h32
EFE/SANAOs combates começaram nos arredores da cidade da Al Baguz

As Forças da Síria Democrática (FSD), uma aliança de milícias integrada majoritariamente por curdos, lançaram, neste domingo (10), um ataque contra o último reduto do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) na Síria.

O porta-voz das FSD, Mustafa Bali, informou no Twitter que os combates começaram nos arredores da cidade da Al Baguz, perto da fronteira com o Iraque, e que a aliança de milícias conta com o apoio de aviões da coalizão internacional.

“Até agora não há mortos nem feridos nas nossas fileiras”, acrescentou Bali.

Antes do ataque ser lançado, o porta-voz disse aos jornalistas na base das FSD, no campo petrolífero de Al Omar, que “não existe prazo para acabar com a missão, mas as forças estão encarregadas de completá-la e acabar com os terroristas cercados dentro de Al Baguz”.

Bali lembrou que as FSD “deram a oportunidade e tempo aos terroristas para que se entregassem e ajudaram na evacuação dos civis” antes de iniciarem as operações militares.

De fato, a aliança de milícias interrompeu seus ataques nas últimas semanas para permitir a saída de civis e de familiares dos jihadistas que ainda permaneciam na cidade.

O porta-voz afirmou que dezenas de milhares de civis foram evacuados e milhares de extremistas se entregaram às FSD, mas os que se encontram em Al Baguz optaram por não se entregar.

Desde dezembro do ano passado, pelo menos 65 mil civis, a maioria mulheres e crianças, saíram da cidade chegaram ao acampamento de Al Hol, 300 quilômetros ao norte de Al Baguz.

*Com Agência EFE