Homem é preso após alerta de bomba no palácio da rainha Elizabeth II na Escócia

A polícia local afirmou que o acusado tem problemas de saúde mental e esclareceu que o pacote suspeito não representava uma ameaça ao público

  • Por Jovem Pan
  • 24/03/2021 17h45
Wikimedia Commons John LordA rainha Elizabeth II costuma passar uma semana do ano no Palácio de Holyroodhouse, em Edimburgo

Um homem de 39 anos de idade foi preso nesta terça-feira, 23, após um alerta de bomba no Palácio de Holyroodhouse, residência oficial da rainha Elizabeth II em Edimburgo, na Escócia. O esquadrão anti-bomba foi chamado ao local por causa de um pacote suspeito pouco antes das 21h do horário local. O acusado, que supostamente possui problemas de saúde mental, foi preso e deve ser julgado em um tribunal escocês ainda nesta quinta-feira, 25. A Polícia da Escócia não esclareceu se o objeto de fato era uma bomba, mas afirmou que não houve ameaça ao público e que uma investigação está sendo conduzida sobre o caso. A rainha Elizabeth II passa a maior parte do seu tempo no Palácio de Buckingham, em Londres, mas está atualmente no Castelo de Windsor, no interior da Inglaterra, devido à pandemia do novo coronavírus. Ela e o marido, o príncipe Philip, costumam se hospedar no Palácio de Holyroodhouse apenas uma semana por ano durante o verão, quando acontece uma tradicional festa no jardim. Todo o restante do tempo, a construção do século 12 costuma ficar aberta aos visitantes, mas estava fechada devido as restrições para conter a Covid-19.