Incêndio dificulta resgate de sobreviventes de prédio que desmoronou em Miami

Números de vítimas e desaparecidos estão em quatro e 159, respectivamente; relatório de inspeção feito em 2018 sobre o edifício menciona um “grave erro” na construção na área da piscina

  • Por Jovem Pan
  • 26/06/2021 16h20
EFE/Giorgio VieraNo terceiro dia de buscas, as chances de encontrar pessoas vivas estão diminuindo

As equipes de resgate de um prédio que desabou parcialmente em Surfside, na Flórida, foram atrapalhadas por um incêndio dentro dos escombros, o que está dificultando a busca por sobreviventes, segundo as autoridades. “Encontramos um incêndio muito grande e estamos tentando apagá-lo para continuar a busca”, declarou a prefeita do condado de Miami-Dade, Daniella Levine Cava, em entrevista coletiva. Ela afirmou que os números de vítimas e de pessoas desaparecidas estão em quatro e 159, respectivamente. Na coletiva, que teve a participação também do governador da Flórida, Ron DeSantis, foi relatado que as equipes de resgate não pararam de retirar destroços para procurar pessoas durante toda a noite. “Isso tem sido gigantesco para nós. Estamos agindo em operações de resgate para continuar a busca”, destacou a prefeita, que enalteceu o uso de tecnologias modernas, como luzes infravermelhas e dispositivos de detecção de som.

Lenine Cava também disse que os trabalhadores fizeram uma vala de drenagem no meio da montanha de escombros de concreto e ferro para isolar a fumaça e o fogo. Imagens aéreas de emissoras de televisão local divulgadas neste sábado, 26, mostram dois poderosos jatos de água apontados para os escombros deixados pelo desmoronamento, que ocorreu na última quinta-feira, 24, em uma ala do edifício de apartamentos Champlain Towers. No terceiro dia de buscas, as chances de encontrar pessoas vivas estão diminuindo, embora, segundo as autoridades, ainda haja esperança. “O foco não mudou em nada. Estamos procurando por pessoas vivas, a busca não parou a noite toda”, frisou Levine Cava, enquanto, ao seu lado, o governador do estado mencionou “uma situação muito difícil e caótica” para os socorristas.

A prefeita de Miami-Dade revelou que há investigações federais em andamento para determinar as causas do desabamento, que ocorreu em questão de segundos e foi capturado por uma câmera de segurança. Além disso, prometeu que o condado garantirá que todos os edifícios estejam seguros para que a situação não se repita. “Ordenei que todos os edifícios de cinco andares ou mais fossem revisados para certificação dentro de 30 dias”, anunciou. Segundo parte da imprensa, um relatório de inspeção feito em 2018 sobre o edifício menciona um “grave erro” na construção na área da piscina, que teria sido apontado por um engenheiro. De acordo com o documento, a falta de drenagem adequada no deck da piscina teria causado grandes danos estruturais.

* Com informações da EFE