Incêndio em hospital para Covid-19 na Romênia deixa pelo menos sete mortos

Tragédia marca terceiro caso do tipo em um ano no país do Sudeste europeu; investigação foi aberta para determinar causa do fogo

  • Por Jovem Pan
  • 01/10/2021 11h17 - Atualizado em 01/10/2021 16h01
EFE/EPA/COSTIN DINCA pessoas sendo socorridas de incêndioem hospital na Romênia Pelo menos sete pessoas morreram no incêndio

Pelo menos sete pessoas morreram nesta sexta-feira, 1, após um incêndio atingir a UTI de um hospital voltado para pacientes com Covid-19 na cidade de Constanta, na Romênia. De acordo com fontes oficiais, o fogo foi controlado por volta das 10h no horário local (4h no horário de Brasília) após unidades de outras cidades serem chamadas para ajudar nas operações. Imagens divulgadas nas redes sociais registraram o desespero dos pacientes. Alguns deles pularam de janelas nos andares mais baixos e outros precisaram ser retirados pelo Corpo de Bombeiros. Parentes de pacientes fizeram um protesto do lado de fora do hospital e uma investigação foi aberta para entender as causas do incêndio, que ainda são um mistério.

“Este é um drama terrível que confirma a falta de infraestrutura que o sistema de saúde da Romênia tem, principalmente sendo colocado sob tanta pressão com a quarta onda da Covid-19”, afirmou em comunicado o presidente do país, Klaus Iohannis. Este é o terceiro incêndio hospitalar na nação em 2021 e o segundo mais mortal entre eles. Em fevereiro, quatro pessoas morreram após o fogo se alastrar em um hospital também voltado para pessoas com coronavírus na cidade de Bucareste; em novembro, 10 pessoas morreram em uma UTI no condado de Piatra Neamt. No momento, há 12,5 mil pessoas internadas em hospitais com Covid-19 no país; 1,3 mil delas estão em UTIs.