Itália tem maior número de casos de Covid-19 desde o dia 24 de abril

O País registrou 2.844 novas ocorrências de infecções pelo novo coronavírus em 24 horas, maior número desde o quando o país estava em regime de confinamento

  • Por Jovem Pan
  • 03/10/2020 15h52
EFE/EPA/RICCARDO ANTIMIANISegundo o Ministério da Saúde italiano, houve 27 mortes nas últimas 24 horas, elevando o total de vítimas no território italiano para 35.968

A Itália registrou neste sábado, 3, mais 2.844 casos de infecção pelo novo coronavírus, a maior quantidade desde 24 de abril, quando o país ainda estava em regime de confinamento para tentar conter a propagação da doença. De acordo com informações divulgadas pelo Ministério da Saúde, houve 27 mortes nas últimas 24 horas, elevando o total de vítimas da Covid-19 no território italiano para 35.968. Já o número de resultados positivos em testes para o novo coronavírus desde fevereiro chegou a 322.751.

Ao longo das últimas 24 horas, foram realizados 118.932 exames para detectar a presença do vírus que provoca a Covid-19, cerca de 1,3 mil a menos do que na véspera, quando foram registrados 2.499 casos. Atualmente, a Itália tem 55.566 pessoas consideradas ativas para a infecção da doença, sendo que a a maioria está isolada nas próprias casas, com sintomas leves. O número de internados subiu em 66 e chegou a 3.502 no total. De todos os pacientes que estão hospitalizados, 297 estão em unidades de terapia intensiva.

A região com maior número de casos nas últimas 24 horas é Campania, com 401, seguido pela Lombardia (393), Piemonte (279), Vêneto (276) e Lácio (261). A última, que abriga a capital da Itália, Roma, determinou que, a partir de hoje, o uso de máscaras é obrigatório também em espaços abertos. Até então, a norma valia apenas para espaços fechados e durante a noite, quando não era possível manter distanciamento.

*Com Agência EFE