Joe Biden e Kamala prestam homenagem aos 400 mil mortos pela Covid-19 nos EUA

Ato foi realizado poucas horas após o número de mortos no país ultrapassar a marca; 400 luzes representando as vítimas da doença foram acesas no Memorial Lincoln

  • Por Jovem Pan
  • 20/01/2021 11h55
Reprodução/Twitter/Joe BidenJoe Biden, Kamala Hariss e seus cônjuges em ato em frente ao Memorial Lincoln

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden e a vice-presidente eleita, Kamala Harris, prestaram homenagem nesta terça-feira, 20, aos mais de 400 mil mortos pela pandemia de Covid-19 no país. Em seu primeiro ato em Washington após chegar de Delaware, estado que é seu berço político, Biden foi à homenagem no Memorial Lincoln, um dos mais emblemáticos da cidade, junto com Kamala e seus cônjuges, Jill Biden e Doug Emhoff, respectivamente. “Para curar, temos que lembrar. E às vezes é difícil lembrar, mas é assim que curamos. É importante fazer isso como um país”, disse Biden no ato, realizado poucas horas após o número de mortos no país pela doença ter ultrapassado 400.000. Segundo a Universidade Johns Hopkins, nesta quarta, são 401.797 óbitos registrados pela doença nos EUA.

O presidente eleito então pediu “luz brilhante sobre a escuridão”, e, em seguida, o esboço da piscina refletindo em frente ao Memorial Lincoln foi iluminado. Biden, Kamala e seus cônjuges permaneceram silenciosamente junto ao lago, iluminados por 400 luzes representando as vidas perdidas pela doença, enquanto “Hallelujah”, de Leonard Cohen, tocava. Pouco antes, Kamala havia descrito os Estados Unidos como “uma nação em luto”, mas disse esperar que o país saísse da pandemia com “nova sabedoria”, que permita “apreciar os momentos simples, imaginar novas possibilidades e abrir os corações”. “Hoje à noite nos reunimos e começamos a nos curar juntos”, disse a vice-presidente eleita.

Centenas de cidades e povoados de todo o país se uniram à homenagem às vítimas e iluminaram seus monumentos mais emblemáticos, como o Empire State Building, em Nova York, e o Space Needle, em Seattle, ao mesmo tempo, além de tocarem sinos de igrejas. Na cerimônia em Washington, uma enfermeira da cidade de Detroit chamada Lori Key também cantou “Amazing Grace”, como fez para encorajar seus companheiros de luta contra a Covid-1 em vídeo que viralizou nas redes sociais. Biden tomará posse como presidente dos Estados Unidos nesta quarta-feira, às 14h no horário de Brasília, em uma cerimônia no Capitólio, a sede do Congresso norte-americano.

*Com informações da EFE