Menina de 3 anos morre ao ser deixada em carro enquanto mãe plantava maconha nos EUA

Criança foi encontrada por pessoas desacordada no carro da mãe; mulher e outras quatro pessoas foram presas e mais de 200 quilos da droga foram apreendidos

  • Por Jovem Pan
  • 05/06/2021 16h39
Departamento de Polícia de Visalia / Divulgação/FacebookMãe da menina deixou criança no quarto para "trabalhar" em plantação de maconha

Uma mulher identificada como Eustajia Mojica Dominguez foi presa na cidade de Visalia, na Califórnia, após deixar a filha dela, de três anos, morrer trancada em um carro sob o sol na última quinta-feira, 3, enquanto plantava e colhia maconha em uma casa da região. A menina, chamada de Jéssica, foi encontrada por transeuntes quando estava desacordada dentro do veículo. A polícia foi chamada, fez manobras para ressuscitar a criança e a levou para o hospital, mas ela foi declarada morta no local. “Com base em depoimentos coletados por investigadores, acreditamos que Jessica foi deixada no veículo por entre duas horas e meia e três horas antes de ser encontrada. A temperatura do lado de fora do veículo era de 37 graus no momento do acidente”, afirmou trecho da nota divulgada pela polícia nas redes sociais.

Após ouvir outras testemunhas, a polícia descobriu que a mãe de Jessica estava “trabalhando” em uma plantação de maconha nas proximidades do veículo. A divisão de narcóticos fez buscas na região e encontrou 70 plantas adultas, 80 em fase de crescimento e mais de 200 quilos da droga pronta para consumo. Além da droga, quatro crianças com entre 9 e 15 anos e quatro adultos foram encontrados na residência. Os menores de idade foram encaminhados ao conselho tutelar e os maiores foram presos. A mãe da menina foi enquadrada nos crimes de “homicídio involuntário” e por colocar a vida de um menor de idade em perigo. Ela está à disposição da Justiça e deve passar por julgamento. A lei da Califórnia permite o consumo e a plantação da maconha, mas plantadores sem licença só podem ter até no máximo seis mudas em casa.