Mundo supera marca de 2 milhões de mortos por Covid-19, diz Johns Hopkins

Primeiro óbito foi registrado no dia 11 de janeiro de 2020; no momento, são 93.418.283 casos ativos da doença

  • Por Jovem Pan
  • 15/01/2021 15h30 - Atualizado em 15/01/2021 15h33
Justin Lane/EFEOs Estados Unidos são o país mais afetado pela pandemia no mundo

O mundo superou a marca de 2 milhões de mortos por Covid-19 nesta sexta-feira, 15. Segundo dados da Universidade Johns Hopkins, o total de vítimas fatais registrado até hoje é de 2.000.905. No momento, são 93.418.283 casos ativos da doença. O primeiro óbito foi registrado no dia 11 de janeiro de 2020. Cerca de dois meses depois da primeira morte, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou a pandemia do novo coronavírus. Apesar de alguns países já terem iniciado a vacinação contra a Covid-19 em 2020, o surgimento de novas variantes do vírus tem aumentado o número de casos. As cepas do Reino Unido, da África do Sul e do Brasil contêm mutações que facilitam a entrada do Sars-CoV-2 nas células humanas, aumentando a transmissibilidade do vírus.

O país com mais mortes causadas pela doença são os Estados Unidos, que têm 389.581 óbitos. Em seguida vem o Brasil, com 207.095 e a Índia, com 151.918. O México, com 137.916 mortes, e o Reino Unido, com 87.448 vítimas fatais, completam o topo da tabela de países mais afetados. Em relação ao número de infectados, os EUA, 23, 3 milhões de casos, são seguidos por Índia, com 10,5 milhões de infectados; Brasil, com 8,3 milhões de casos; Rússia, com 3,4 milhões de infectados; e Reino Unido, com 3,3 milhões de casos.

Painel da Johns Hopkins mostra 2.000.905 mortes por Covid-19 no mundo: