Nações Unidas aponta ‘sofrimento sem fim’ para a humanidade devido às mudanças climáticas

Relatório divulgado pela ONU nesta semana aponta que, caso medidas mais efetivas não sejam tomadas, haverá um aumento de 4,6 graus na temperatura global

  • Por Jovem Pan
  • 27/10/2021 02h00
Agência BrasilMudanças climáticas afetarão diretamente o ser humano

Nesta segunda-feira, dia 25, a ONU atualizou seu relatório sobre os efeitos das mudanças climáticas e o resultado não é bom. De acordo com o documento, os compromissos atuais firmados pelas 192 nações comprometidas irão resultar num aumento de emissão de cerca de 16% até o final da década. O que leva a um aumento de 4,9 graus nas temperaturas globais se novas metas de emissão não forem ajustadas. Em novembro, os líderes mundiais se reunirão na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças do Clima (COP26), no Reino Unido, para avaliar os efeitos da crise climática. “[A] mensagem desta atualização é alta e clara: as partes devem redobrar urgentemente seus esforços climáticos se quiserem evitar o aumento da temperatura global além da meta do Acordo de Paris de bem abaixo de 2 ° C – idealmente 1,5 ° C – até o final do século”, afirmou Patricia Espinosa, secretária executiva da ONU para Mudanças Climáticas, em comunicado à imprensa. A tendência é que os discursos na COP26 sejam mais duros e tragam medidas mais extremas.