Nova Zelândia coloca 1,7 milhão de pessoas em lockdown após três casos de Covid-19

A partir da segunda-feira, 15, apenas serviços essenciais deverão funcionar na cidade de Auckland, maior município do país da Oceania

  • Por Jovem Pan
  • 14/02/2021 09h00
EFE/EPA/LUKAS COCH /ArchivoLockdown de três dias foi decretado no país

Após a descoberta de três casos locais de Covid-19, a primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, anunciou neste domingo, 14, um lockdown na cidade de Auckland, maior município do país. Por pelo menos três dias, todos os serviços considerados como não-essenciais, incluindo escolas, não funcionarão. Ao todo, 1,7 milhão de pessoas só poderão sair de casa para fazer compras e ir ao médico. As medidas extremas adotadas pela Nova Zelândia para conter a pandemia são apontadas como responsáveis pela baixa transmissibilidade da doença no país de 4,8 milhões de pessoas. Do início da pandemia até o momento, 2,3 mil casos de contaminação e 25 mortes foram registrados.