Olho da tempestade tropical Elsa atinge Cuba; EUA têm regiões em alerta

Ventos de 95 quilômetros por hora assolam a ilha, que também enfrenta um dos piores momentos da pandemia

  • Por Jovem Pan
  • 05/07/2021 17h14 - Atualizado em 05/07/2021 19h44
EFE/Ernesto MastrascusaHavana se prepara para impactos do Elsa

Com ventos de 95 quilômetros por hora, o olho da tempestade tropical Elsa atingiu nesta segunda-feira, 5, a costa sudeste de Cuba. Esta é a primeira tempestade do ano a atingir diretamente a ilha, que sofre um dos piores momentos da pandemia. As províncias de Cienfuegos, Matanzas, Camagüey, Ciego de Ávila, Sancti Spiritus, Villa Clara, Mayabeque, Artemisa e Havana são algumas das que estão em estado de alerta por causa de Elsa, e abrigos compartilhados, operando com 50% da capacidade por causa de restrições sanitárias, são ocupados por milhares. De acordo com dados do Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos, a tempestade se move na direção noroeste com velocidade de 22 km/h e deve manter o padrão até a terça-feira, 6, quando tem tendência de fazer uma leve curva sentido norte-noroeste e seguir em direção à Flórida.

Oa Estados Unidos emitiram alertas por toda a costa oeste e tem emergência declarada em 13 condados. Entre os locais de atenção está Miami-Dade, que ainda busca por sobreviventes nos escombros de um prédio que desabou parcialmente no dia 24 de junho. Por causa da aproximação da tempestade, autoridades realizaram na noite do domingo, 4, a demolição total do resto do edifício que continuava de pé. Apesar da extrema cautela das autoridades, a previsão é de que Surfside, cidade na qual a tragédia ocorreu, fique de fora do mapa da tempestade Elsa, sofrendo apenas fortes chuvas no meio da semana. Até o momento, não há qualquer registro de mortos ou feridos por ação da tempestade em Cuba.