OMS pede que países busquem juntos origem da Covid-19 e não ‘politizem’ o vírus

Em nota, organização disse que trabalha em parceria com Itália e encoraja países como China a compartilhar amostras biológicas para serem testadas internacionalmente

  • Por Jovem Pan
  • 12/08/2021 16h39 - Atualizado em 12/08/2021 17h11
EFE/EPA/WHO HANDOUTOMS divulgou comunicado nesta quinta-feira

A Organização Mundial da Saúde divulgou nesta quinta-feira, 12, um comunicado reiterando a necessidade de governos mundiais cooperarem para acelerar os estudos em busca das origens da Covid-19 no mundo. “Reiteramos que a busca pelas origens do Sars-CoV-2 não é e não deve ser baseada em atribuir culpa, apontar dedo ou politizar. É vitalmente importante saber como a pandemia começou”, pontua trecho do documento. O órgão frisou a importância de não politizar a situação e de se trabalhar em conjunto e explicou que trabalha com países como a Itália, que têm amostras biológicas de possíveis casos da doença ainda em 2019. “Compartilhar os dados e dar permissão para que as amostras sejam testadas fora dos laboratórios italianos reflete o melhor da solidariedade científica. É isso que encorajamos outros países, incluindo a China, a fazer para que possamos avançar os estudos das origens da doença rapidamente e de forma efetiva”, diz comunicado.