Oposição do Reino Unido pede que deputados convençam conservadores a destituírem Boris Johnson

Keir Starmer, do Partido Trabalhista, discursou na Câmara dos Comuns para tentar mobilizar membros do partido do premiê para pedirem sua destituição do cargo

  • Por Jovem Pan
  • 31/01/2022 17h47 - Atualizado em 31/01/2022 17h50
Will Oliver/EFE Boris Johnson Ações de Boris Johnson foram criticadas por membros da oposição

Um dos líderes da oposição o Reino Unido, Keir Starmer, do Partido Trabalhista, está tentando convencer deputados conservadores a tomarem medidas para tirar o primeiro-ministro, Boris Johnson, do poder. Stamer pede que os conservadores façam uma moção interna de confiança contra o premiê, que é da mesma legenda. “(O povo britânico) acredita que o primeiro-ministro deve fazer a coisa mais honrosa e renunciar, mas não o fará, porque é um homem sem modéstia”, disse Starmer durante discurso realizado na Câmara dos Comuns do Parlamento nesta segunda-feira, 31. Starmer também citou o relatório sobre festas realizadas na residência oficial de Johnson durante o lockdown e ressaltou que a peça confirma que o premiê está sob “investigação criminal”. Por fim, Starmer disse que “os olhos deste país estão sobre eles”, referindo-se aos conservadores. Uma moção de confiança pode ser obtida se 54 membros da bancada fizerem a solicitação por escrito. O discurso de Starmer foi ouvido em silêncio, sem os tradicionais gritos de discordância da Câmara dos Comuns.

*Com informações da EFE